terça-feira, 5 de maio de 2009

Santa Teresinha, a desconhecida: Um "furacão de glória"- parte III

Um presente dado pelos brasileiros


Tão logo começou a explodir o culto dos fiéis por ela, essa "desconhecida" tornou-se enormemente popular no Brasil.

No Rio de Janeiro, a igreja de Santa Teresinha, situada no bairro da Tijuca (uma paróquia dirigida pelos padres Carmelitas Descalços), pretende ter sido a primeira no mundo a ser erigida em sua honra.

É certo que, em reconhecimento, um dente da admirável carmelita é ali venerado, rara relíquia e notável privilégio para uma santa que, no momento da exumação de seu corpo, encontrou-se pouco mais que pó.

O "furacão de glória" atingiu o Brasil de tal forma que, ao pensar-se na urna que teria a suma honra de conter suas relíquias, a superiora de Lisieux, Madre Inês de Jesus, sua irmã segundo a carne, dirigiu-se aos brasileiros, preterindo outros povos.

Em 1995, como preparação de seu centenário, a "châsse du Brésil" (urna do Brasil) percorreu toda a França. E foi assim que pudemos venerar suas relíquias, envoltas em indizível halo de bênçãos.

Estava aprazado que, no ano de seu centenário, a "urna do Brasil" percorreria toda a Terra de Santa Cruz.



Quantas multidões não acorreriam para venerar essa "desconhecida"!

Entretanto, círculos bem informados da Cúria Romana advertem que outros episcopados não o permitiriam, caso tão venerável urna não fosse também visitar seus respectivos países.

O projeto complicar-se-ia tanto que acabou sendo postergado, sine die.

2 comentários:

Cromacio disse...

me deixa pasmo, atitudes como as dos episcopados nao pemitirem a peregrinacao desejada por nos brasileiros q valorizamos esta santa ao ponto de que,se nao fomos os primeiros a erguer o templo em sua honra,fomos um dos primeiros,assim sendo,penso tais episcopados nao sao dignos do meu respeito,visto que essas nao sao atitudes verdadeiras que dignifiquem os bons catolicos

Cromacio disse...

me deixa pasmo, atitudes como as dos episcopados nao pemitirem a peregrinacao desejada por nos brasileiros q valorizamos esta santa ao ponto de que,se nao fomos os primeiros a erguer o templo em sua honra,fomos um dos primeiros,assim sendo,penso tais episcopados nao sao dignos do meu respeito,visto que essas nao sao atitudes verdadeiras que dignifiquem os bons catolicos