domingo, 3 de maio de 2009

Santa Teresinha, a desconhecida: Um "furacão de glória" - parte II

Lisieux: grande centro de peregrinação

Ainda hoje, apesar do desinteresse crescente do público católico pelos santos, na época dessacralizada em que vivemos, Lisieux acolhe a cada ano 2 milhões de peregrinos, fenômeno que transformou a capital do Pays d'Auge num dos locais mais visitados da França, rivalizando com os maiores centros de atração turística.



Ali se recolhem eles, ávidos de conhecer os Buissonnets, onde a Santa residiu durante sua infância e adolescência; a catedral de Saint Pierre, do século XII, por ela freqüentada diariamente, testemunha comovente de tantas reminiscências; por fim, o Carmelo, a montanha sagrada de sua santificação.

Até 7 de junho de 1944 -- data do arrasador bombardeio na II Guerra Mundial, por ocasião do desembarque das tropas aliadas na Normândia -- havia em Lisieux 2.900 casas, boa parte delas em estilo medieval, construídas entre os séculos XIV a XVI. Após tal bombardeio, numa só noite, 2.100 dessas residências foram totalmente destruídas.

Do Céu, no entanto, a Santa carmelita velava: os três edifícios acima mencionados foram milagrosamente poupados, bem como a Basílica a ela dedicada.

3 comentários:

Anônimo disse...

Santa Terezinha das Rosas, me desculé mas ajude ao meu time ser campeão,

Anônimo disse...

Santa Terezinha muito obrigada, muito obrigada, meu time é o campeão.

Lucia disse...

Santa Terezinha,tú és maravilhosa,agradeço as graças de vossas mãos misericordiosas,pois para minha surpresa recebí uma flor de uma criança(aluna minha, e logo a graça foi alcançada,obrigada Senhora,eu te amo!