sexta-feira, 15 de maio de 2009

150.000 adultos americanos ficaram católicos na Páscoa

Na última Páscoa por volta de 150.000 adultos americanos ingressaram na Igreja Católica recebendo o batismo.

O ex-presidente da Câmara de Representantes Newt Gingrich o fez poucas semanas antes, informou a agência Zenit.

A Conferência Episcopal dos Estados Unidos comentou em comunicado de imprensa que “os números mostram o crescimento e a vitalidade da Igreja católica em regiões onde tradicionalmente representava só uma pequena minoria”.

Por exemplo, a arquidiocese de Atlanta tinha 513 catecúmenos aguardando o batismo e 2.195 candidatos batizados que vão ingressar na Igreja Católica em 2009, sem contar os batismos de crianças.

Uma californiana, Heidi Sierras, foi escolhida para representar a América do Norte na Vigília Pascual no Vaticano, onde foi batizada por S.S. Bento XVI.

Estes novos católicos em geral engrossam as correntes conservadoras da Igreja.

As correntes ditas ‘progressistas’ torcem o nariz diante da simples idéia da conversão, pois acham que é anti-ecumênica.

Mas, a graça do Espírito Santo que age no fundo das almas e é a única que pode mover a autênticas conversões não quer saber desses sofismas.

Assim, por vezes, até famílias inteiras [foto] ingressaram e se preparam para ingressar na Santa Igreja.

Fonte: Blog Luzes de Esperança

Um comentário:

Celso Tadeu disse...

As vezes nos sentimos quase que sozinhos, mas temos a certeza que a nossa IGREJA sempre, as vezes com falhas, procurou divulgar a paz que esta escondida em nossos corações, pois só assim encontraremos a Deus. Outras Religiões, nos contestan por que eles falam em prosperidade (dinheiro), nos precisamos é de muita paz e se encontra em qualquer lugar, nas pessoas bem financeiramente e pessoas com problemas finamceiros, a pçaz é única e Deus também.