sexta-feira, 17 de abril de 2009

O que você ganha quando faz uma doação?

Na vida de São João Bosco há o caso de uma pessoa necessitada que foi pedir-lhe dinheiro para uma camisa.

Dom Bosco não tinha dinheiro, e viu uma camisa em cima da cama dele. Deu-a ao homem.

“E o Sr.?” “Não se preocupe. A Providência, que hoje provê o Sr., amanhã saberá prover a mim”. (...)

Sobre os beneficíos de doar e fazer esmolas, o santo ensinou:

“Deus é infinitamente rico e de generosidade infinita.

Como rico, pode dar-vos abundantes galardões por tudo o feito pelo seu amor; como pai de generosidade infinita, paga com boa e abundante medida qualquer coisa ainda pequena que façamos pelo seu amor.

Não dareis, diz o Evangelho, um copo de água fresca em meu nome a um de meus pequeninos, ou seja a um necessitado, sem que tenha sua recompensa."

Todos temos necessidade de receber esmola de Deus. Necessitamos que o Senhor nos dê a saúde do corpo, tanto a nossa como a de nossos familiares; necessitamos que Deus fertilize os campos, que faça prosperar nossos negócios...

“Agora, escutai dos lábios do mesmo Jesus Cristo: Dai, e ser-vos-á dado. Dai esmola a outros, e Deus da-la-á a vos”.

"Por isso, demos muito se queremos obter muito."

“Em outro lugar, o mesmo Cristo promete o cêntuplo por um a quanto se dá por seu amor: Centuplum accipiet in tempore hoc."

“Este cêntuplo, Deus o da não só em bens espirituais, mas também, como explicam os Santos Padres, em bens temporais.

(...)

“O cêntuplo da o Senhor nesta terra, já conservando a vida de um filho; já fazendo frutificar os campos; com a paz e concórdia da família; com a saúde dos parentes e amigos, livrándo-os de graves enfermidades, nas quais se deveria empregar parte o a quase totalidade do dinheiro para pagar médicos e medicinas; evitando tal vez litígios, que terminariam na ruína material da família; com o respeito do filho pelos pais e o afeto dos pais pelos filhos; defendendo de certas desgraças e em outras mil circunstâncias em que encontra o Senhor ocasião de abençoar e dar o cêntuplo na vida presente.

“Satisfeitos pela experiência feita, vários benfeitores, de uma maneira ou de outra, disseram-me várias vezes estas ou semelhantes frases: ‘Não tem o Sr. que me agradecer quando faço algum donativo para seus órfãozinhos; eu sou que tenho que dar-lhe as graças quando me pede a esmola, pois desde que tenho começado a socorrer suas obras, meus bens têm-se triplicado’ ”

Outro doador dizia para Dom Bosco: "Não sei o que passa com esta obra do Oratório. Quanto mais dinheiro tiro para ela, mais prosperam meus negócios. Experimento ao vivo que o Senhor dá-me, ainda nesta vida, o cêntuplo por um do que dou pelo seu amor".

“Se queremos que prosperem nossos interesses... materiais, procuremos sobretudo fazer que prosperem os interesses de Deus e promovamos o bem espiritual e moral de nosso próximo por meio da esmola.

“Benefícios espirituais. A esmola, diz-nos Deus no livro de Tobias, livra da morte, purifica a alma de pecados, faz encontrar misericórdia na presença de Deus e nos conduz à vida eterna.

“Não duvideis: dai muito aos pobres, se quereis chegar a ser ricos”.

3 comentários:

miriam disse...

ola muito bom dia gostaria de me retirar das doaçoes pois estamos tendo muitos problemas e nao podemos mais continuar doando ;espero contar com vosso respeito e desde ja muito obrigada

www.asc.org.br disse...

Miriam,

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

Com relação ao seu pedido, para que possamos atendê-lo preciso que envie um e-mail para asc@asc.org.br informando seu nome e endereço completo, ou ligue para (11) 5083-3003.

Atenciosamente,
ASC

lacerdaphd disse...

Caros irmãos em cristo,

Doaçao em sintese sem hipocrisias é ato de amor e pessoal,não importa a quantia financeira,pois vvems em sociedade capitalista, e nada faz-se na vida terrena sem uso da moeda corrente de cada nação.
Não sendo obrigatório tal ato de amor ao proximo,seguindo a maxima do mestre da galileia, Jesus o Cristo como nos confirma o Evagelho cristão:"Ame a teu proximo como a ti mesmo"
Porem tantos no tolo afã de mostrarem-se pios e santos se dispoem a doação e apos negam-se a seguir tal ato cristão e humano sob alegação de parcos recursos.
Em contrasenso notório da imperfeita Alma humana...daqueles que se dizem hipocritamente cristões!