sexta-feira, 3 de abril de 2009

O mistério do Santo Sudário - parte 3

Terceira parte do documentário sobre o Santo Sudário de Turim

Achados surpreendentes




Os resultados dos exames laboratoriais demonstraram que o desenho que aparecia no Santo Sudário não poderia ter sido feito por mãos humanas e que não se tratava de uma pintura.

As manchas de sangue marcaram o tecido de modo diverso do que seriam as produzidas por um cadáver comum. Quando a impressão se produziu, tudo leva a crer que o tecido não estava comprimido pela pressão do corpo. Tratava-se realmente de sangue humano, de tipo sangüíneo AB.

Um criminologista e botânico suíço, Max Frei, identificou células de pólen de quarenta e nove plantas diferentes presentes no tecido, sendo algumas delas européias e trinta e três originárias da Palestina e da Turquia.

Este fato confirma o percurso do Santo Sudário de Jerusalém a Turim nos seus vinte séculos de existência.

Dois físicos da Força Aérea norte-americana notaram a presença de objetos circulares colocados sobre os olhos e levantaram a hipótese de que fossem moedas.

Assista os outros vídeos sobre "O mistério do Santo Sudário".
Parte 1
Parte 2


Fonte: Blog Lepanto



Um comentário:

mariana disse...

estou pasma de td que li,no momento estou passando por muitas aflições gostaria de ser ajudada...peço a quem le meu comentario que me ajude