segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

A impressão tridimensional do tecido do Santo Sudário

Em 1977 foi descoberta a tridimensionalidade do Santo Sudário pelo grupo de cientistas do Projeto de Pesquisa do Sudário de Turim (STURP).

Dois oficiais da Força Aérea norte-americana, John Jackson e Eric Jumper, analisando o Sudário perceberam que a figura foi impressa de maneira tridimensional.

De tal forma que é possível conhecer a distância entre o tecido e as diversas partes do corpo de Nosso Senhor, o que não acontece numa fotografia comum.

Assim, partes do corpo que não estiveram em contato com o tecido também se achavam misteriosamente impressas na fotografia da mortalha.

Normalmente os cientistas só conseguem reconstituir uma imagem tridimensional a partir de fotos, quando tiradas de enormes distâncias, como as de planetas longínquos.

De tal modo que a distância possa influenciar, de maneira mensurável, a intensidade de luz recebida ou refletida pelos objetos.

Para a reconstituição da tridimensionalidade, utiliza-se um aparelho chamado VP-8. Jackson e Jumper tomaram uma simples fotografia do Santo Sudário e a introduziram no aparelho.

Qual não foi o seu espanto ao constatar que se constituiu uma imagem tridimensional da Sagrada Face de Nosso Senhor!

(Extraído do blog Ciência confirma a Igreja)

_______________



-

Um comentário:

Anônimo disse...

Parabéns pelo boletim sobre o santo sudário, são dessas coisas que todos nós precisamos para ajudar a manter viva a nossa fé.