sábado, 20 de dezembro de 2008

Abadia trapista volta ao esplendor dos ritos tradicionais e recupera a vida

O mosteiro trapista de Mariawald, em Eifel, diocese de Aachen, Alemanha, foi o primeiro a retornar ao rito tradicional, ou “extraordinário”.

O fato aconteceu na festa da Apresentação de Nossa Senhora ao Templo, em 21 de novembro.

Tratou-se de um acontecimento único na história da Igreja.

O mosteiro já fora fechado no tempo da Kulturkampf anti-católica do século XIX e pelo nazismo.

Porém tal vez nunca correu tanto perigo quanto no período pós-conciliar, quando após adotar o liturgicismo progressista na moda, viu a disciplina cair em pedaços, os frades apostatarem e as vocações caírem em número assustador.

As negras perspectivas da abadia mudaram agora quando voltaram à antiga disciplina e liturgia com a aprovação da Santa Sé.

(Extraído do blog Luzes da Esperança)

______________



-

Nenhum comentário: