quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Vamos votar e manifestar a opinião dos católicos

Foi divulgado largamente pela imprensa.

A prefeitura do Recife e do município de Paulista decidiram distribuir a pílula do dia seguinte durante o carnaval.

A arquidiocese de Recife e Olinda classificou a medida como “aberração” e entrou com representação no Ministério Público pedindo sua suspensão. O pedido foi indeferido.

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, chamou de lamentável a atitude da arquidiocese que, segundo ele, afasta os jovens da Igreja.

E você, o que acha?
Responda a esta enquete feita pelo jornal "O Estado de São Paulo":

Você concorda com a distribuição da pílula do dia seguinte pelo governo durante o Carnaval?

Acesse a enquete e dê o seu voto!




-

4 comentários:

Anônimo disse...

Aprendi a algum tempo que ao tentar resolver um problema, deve-se observar primeiro qual é a incognita que precisa ser encontrada para a solução do problema como na matematica, as vezes se gasta muito tempo e tutano tentanto achar a solução e ela está em outro canto e muitas vezes mais facil que parece, então acho que a pergunta é muito simplicista e a solução no ambito religioso é so uma o não, porem o problema não é a pilula e nem a sua distribuição, mas o porque dela estar sendo tida como solução. O problema na minha opinião é um só, a falta de conhecimento de Deus e das suas Leis, o prazer obtido através da família e de Deus foram substituídos pelo prazer fantasioso do matrix montado pela midía que é controlada por pessoas opositoras das obras divinas, a falta de Deus desencadeia uma busca desenfreada ao preenchimento do vazio que Ele deixa e daí o ser humano busca preencher-se com coisas que são superficiais, que trazem prazer passageiro e dores muitas vezes eternas. A resposta a tudo isso já foi dada a muito tempo "Ide e proclamai o evangelho a toda criatura" Sem conhecer a teoria não se resolve um problema e sem conhecer a palavra de Deus, não se acha o caminho para a resposta e tudo se transforma em conjecturas complexas, mas sem formarem uma solução que atenda a resolução dos problemas da vida, que sempre se dissimulam em diversas vertentes, mas se aprofundarmos o olhar, são sempre os mesmos, ontem e hoje ou seja a falta de Deus.

Onesio Guerra disse...

Este deputado deve se preocupar com outra coisa como a educação e a saúde que esta sendo sucateada mas eles não se preocupam em voter os projetos para estas duas areas que estão para ser votado como o FUMDEB

ANGELA disse...

O QUE DEUS RISCA O HOMEM NÃO RABISCA.......SIGNIFICA QUE:NOSSA SENHORA APARECIDA É OBRA DE DEUS,PORTANTO NÍNGUÉM CONSEGUIRÁ DESTITUÍ-LA.CATÓLICOS SEJAM MAIS UNIDOS.

Rosemar Ribeiro de Souza disse...

Me admira muito os eleitores desse deputado, que não tem a capacidade de ler a Carta Magna, onde em seu artigo 5°, inciso VI diz: `"É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício de cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias". Acredito que ele não tem o que fazer, ou, sua capacidade é insuficiente para legislar.