quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Receber Comunhão na mão enfraquece devoção diante do Santíssimo, diz autoridade vaticana


A HAIA, 03 Fev. 08 / 12h00min am (ACI).- O Arcebispo Albert Malcolm Ranjith, Secretário da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, sublinhou que ao receber a Comunhão na mão se produz "um crescente enfraquecimento de uma conduta devota diante do Santíssimo Sacramento".

Em sua opinião a Igreja deveria reconsiderar a permissão para recebê-la desta forma.

Segundo o sítio Web Kath.net o Prelado fez pública esta proposta, no prólogo do livro "Dominus Est: Pensamentos de um Bispo da Ásia Central sobre a Sagrada Eucaristia" escrito pelo Bispo Auxiliar de Karaganda, Dom Athanasius Schneider, e editado pela livraria do Vaticano em janeiro deste ano.

Dom Ranjith recalcou que a Sagrada Eucaristia deve ser recebida "com reverência e atitude de devota adoração". Ressaltou que a prática de receber a comunhão na mão foi "introduzida de maneira abusiva e precipitada em alguns âmbitos" e posteriormente reconhecida pelo Vaticano. Além disso recordou que no Concílio Vaticano II nunca se legitimou esta prática.

Aqui não se trata de argumentos capciosos, recalcou Dom Ranjith, "acredito que chegou a hora de avaliar esta prática e reconsiderá-la e, quando for necessário, deixá-la", demarcou.

(transcrito de Notícias Lepanto)
________________________________

Assista ao Vídeo: Última Missa de São Pio de Pietrelcina
_

Um comentário:

Anônimo disse...

RECEBO A COMUNHÃO SOMENTE ATRAVÉS DA MÃO DO SACERDOTE.SINTO-ME MUITO IMPURA PARA "PEGAR"MEU DEUS EM MINHAS MÃOS.EXISTEM"MODISMOS"QUE DEVEM SER EXTINTOS,NOSSA IGREJA TEM QUE MANTER-SE FIRME EM SUAS CONDUTAS,ELA NÃO ESTARIA AI ESTE TEMPO TODO SE FOSSE DEMOCRATA.