quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Mais de dois milhões em Madri "pela família cristã"


Um encontro sem precedentes convocado pela arquidiocese da capital

MADRI, terça-feira, 1 de janeiro de 2008 (ZENIT.org).- Mais de dois milhões de pessoas reuniram-se este domingo em Madri para expressar-se a favor da «família cristã», em um ato organizado pela arquidiocese de Madri com o apoio de movimentos eclesiais e organizações de apoio à família e à vida.

Bento XVI, antes de rezar o Ângelus na praça de São Pedro, no Vaticano, dirigiu em espanhol uma saudação aos manifestantes, na qual alentou a dar «testemunho perante o mundo da beleza do amor humano, do matrimônio e da família».

«Esta – declarou –, fundada na união indissolúvel entre um homem e uma mulher, constitui o âmbito privilegiado no qual a vida humana é acolhida e protegida, desde seu início até o seu fim natural».

No ato, o cardeal Antonio María Ruoco pronunciou uma homilia na qual afirmou que a família «apresenta-se como o problema objetivamente mais grave e inquietante perante o qual se encontram as sociedades européias».

O arcebispo de Madri constatou que «se relativiza radicalmente a idéia de matrimônio e de família», fomentando «desde as idades mais jovens práticas e estilos de vida» que são «opostos ao valor do amor indissolúvel entre um homem e uma mulher».

Após diferentes outras intervenções e atividades, o ato concluiu com a procissão da Virgem, com cantos, assim como com a liberação de centenas de globos brancos e amarelos.
(Veja mais fotos aqui)

Nenhum comentário: