sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Beato Bernardo de Hoyos

Beato Bernardo de Hoyos

(transcrito do livro "O Estandarte da Vitória", de Péricles Capanema Ferreira e Melo)

No grupo de estátuas erigidas no monumento ao Sagrado Coração no Cerro de los Angeles, perto de Madri, na Espanha, destaca-se a de um jovem sacerdote jesuíta, o Bem-aventurado Padre Bernardo Francisco Hoyos, falecido em 1735 com 24 anos, aos poucos meses de ordenado padre.

É um preito de homenagem e gratidão dos espanhóis ao grande apóstolo do Coração de Jesus em sua terra.

O atrativo especial que cerca o Padre Hoyos se deve não apenas à sua grande virtude, mas também à irradiação das revelações que teve.

Certa vez, Nosso Senhor lhe apareceu e prometeu: “Reinarei na Espanha, e com mais veneração do que em outras partes”.

A nota de esperança e de triunfo, presente também aqui, sempre foi importante na devoção dos católicos espanhóis ao Sagrado Coração.

Em outra ocasião, o Divino Mestre, respondendo a uma queixa do Bem-aventurado, deu-lhe uma diretriz que desde então vem ecoando como um conselho para todos os devotos: “Cuida tu de minha honra e das minhas coisas, que meu Coração cuidará de ti e das tuas”.

Ao Padre Hoyos foi ainda revelado como poderiam se relacionar as formas de virtude de três grandes santos – o Apóstolo São João, São Francisco de Sales e Santo Inácio de Loyola, de quem era filho espiritual – com o Coração de Jesus.

Essa relação, de importância histórica no culto, mostra aspectos do Coração de Jesus enquanto fonte de sabedoria, manancial de zelo e exemplo de fortaleza e doçura:

“Depois de comungar – escreve o Bem-aventurado Padre Hoyos – vi entre resplendores de glória a nosso amado irmão e primeiro discípulo do Coração de Jesus, São João Evangelista, acompanhado de São Francisco de Sales e de nosso Pai Santo Inácio”.

O Apóstolo São João vinha em natural destaque. Ele havia repousado sobre o Coração de Jesus e ali conhecido suas excelências, além de receber “as luzes e as chamas de seu amor”.

São Francisco de Sales e Santo Inácio apareciam como seguidores perfeitos da espiritualidade do Apóstolo, “por haverem sido estes dois santos os que mais copiaram em seus corações o ardor seráfico do Evangelista: São Francisco na doçura, que foi o distintivo de seu amor; e Santo Inácio na fortaleza, que foi a marca de sua caridade ardente”.

Embora o Padre Hoyos seja o mais conhecido apóstolo do Coração de Jesus na Espanha, vários outros tiveram grande importância. Entre eles, o Padre Agostinho de Cardaveraz (1703-1770), o Padre Pedro de Calatayud (1689-1773) e o Padre João de Loyola.

(quer conhecer outros Grandes Devotos do Sagrado Coração, clique aqui)

Nenhum comentário: