terça-feira, 28 de agosto de 2007

A decadência religiosa só podia dar nisso: drogas virtuais na Internet.

Agora os adultos, os jovens e até mesmo as crianças, não estão mais a salvo das drogas em lugar nenhum! As drogas, flagelo de nossos dias, invadem a Internet.

Não. Não se trata de traficando vendendo drogas pela rede, não. São as chamadas "Drogas Virtuais".

A nova agressão moral contra a juventude chega aos nossos lares sob a forma de faixas de música comercializadas em um site que, sem qualquer escrúpulo, anuncia seus produtos musicais ressaltando seus efeitos entorpecentes.

O agentes desse comércio macabro ainda têm a audácia de dizer que como seus produtos não causam dependência, eles podem ser usados sem riscos, por qualquer um.

Comercializar drogas "virtuais" é uma clara apologia ao consumo desses entorpecentes que fazem tantas famílias viverem na aflição e na dor. Uma clara consequência de um mundo cada vez mais afastado de Deus e da Religião, dedicado ao prazer, seja ele qual for.

Se um jovem ou criança cria o terrível hábito de usar drogas virtuais, é muito provável que também se interesse - ou pelo menos tenha curiosidade - de usar as drogas reais. Quem vai negar esse perigo? Quem vai ficar tranquilo se souber que seu filho ou neto está acessando um site desses?

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é uma defesa para isso. Que Ele nos dê força para que possamos nos manter longe desses horrores que insistem em perseguir aqueles que querem cumprir as leis de Deus, e cultivar os bons costumes da moral católica.

Um comentário:

Juliana F. disse...

Ah por favor né, só quem é cabeça fraca por se deixar levar a estas coisas.

As pessoas não tem falta de informação.

Hoje em dia, a mídia, o governo e organizações tem ajudado por todos os lados a conscientizar as pessoas a não cometerem atos errados. Mas por que mesmo assim continua acontecendo?
Porque as pessoas tem a livre vontade de praticar, ou seja, não importa o quanto fale, sempre irão ignorar. Poderá funcionar com uma parte das pessoas, mas nunca para todas.
E quanto a notícias inúteis como "drogas virtuais influenciam para as reais"... sempre terá a pessoa não possui inteligência o suficiente para comprar algo deste tipo e pior, ser influenciado.